Bullyng

Loading...

segunda-feira, 2 de junho de 2008

Gregor Mendel.( 1º e 2º lei)


Gregor Johann Mendel ( Heizendorf, 20 de Julho de 1822Brno, 6 de janeiro de 1884 ) foi um monge agostiniano, botânico e meteorologista austríaco.
Nasceu na região de Troppau, na
Silésia, que então pertencia à Áustria, e viria a ser baptizado a 22 de Julho, que muitas vezes se confunde com a sua data de nascimento, vindo de uma família de humildes camponeses. Na sua infância revelou-se muito inteligente; em casa costumava observar e estudar as plantas. Sendo um brilhante estudante a sua família encorajou-o a seguir estudos superiores, e mais tarde aos 21 anos a entrar num mosteiro da Ordem de Santo Agostinho em 1843 (actual mosteiro de Brno, República Checa) pois não tinham dinheiro para suportar o custo dos estudos. Obedecendo ao costume ao tornar-se monge, adoptou um outro nome: "Gregor". Aí Mendel tinha a seu cargo a supervisão dos jardins do mosteiro.
Estudou ainda, durante dois anos, no Instituto de Filosofia de Olmütz (hoje Olomouc,
República Checa) e na Universidade de Viena (1851-1853). Desde 1843 a 1854 tornou-se professor de ciências naturais na Escola Superior de Brno, dedicando-se ao estudo do cruzamento de muitas espécies: feijões, chicória, bocas-de-dragão, plantas frutíferas, abelhas, camundongos e principalmente ervilhas cultivadas na horta do mosteiro onde vivia e analisando os resultados matematicamente, durante cerca de sete anos. Gregor Mendel, "o pai da genética", como é conhecido, foi inspirado tanto pelos professores como pelos colegas do mosteiro que o pressionaram a estudar a variação do aspecto das plantas. Propôs que a existência de características (tais como a côr) das flores é devido à existência de um par de unidades elementares de hereditariedade, agora conhecidas como genes.
Mas Mendel não só se interessou nas
plantas, ele também era meteorologista e estudou as teorias de evolução. Ao longo da sua vida foi membro, director e fundador de muitas sociedades locais: director do Banco da Morávia, foi fundador da Associação Metereológica austríaca, membro da Real e Imperial Sociedade da Morávia e Silésia para melhor agricultura, entre outras. Durante a sua vida Mendel publica dois grandes trabalhos agora clássicos: "Ensaios com Plantas Híbridas" (Versuche über Planzenhybriden), que não abrangia mais de trinta páginas impressas e "Hierácias obtidas pela fecundação artificial".Em 1865, formula e apresenta em dois encontros da Sociedade de História Natural de Brno as leis da hereditariedade, hoje chamadas Leis de Mendel, que regem a transmissão dos caracteres hereditários. Após 1868, as tarefas administrativas mantiveram-no tão ocupado que ele não pode dar continuidade às suas pesquisas, vivendo o resto da sua vida em relativa obscuridade.
Morreu a 6 de Janeiro de 1884, em Brno, no antigo
Império Austro-Húngaro hoje República Checa de uma doença renal crónica; um homem à frente do seu tempo, mas ignorado durante toda a sua vida.


Índice[
esconder]



if (window.showTocToggle) { var tocShowText = "mostrar"; var tocHideText = "esconder"; showTocToggle(); }


Redescoberta do trabalho de Mendel


As suas descobertas, apesar de muito importantes permaneceram praticamente ignoradas até aos começos do
século XX (embora tivessem estado disponiveis nas maiores bibliotecas da Europa e dos Estados Unidos). Sendo publicadas somente no início do século XX, anos após a morte de Mendel; foram "redescobertas" por um grupo de cientistas, um alemão - K. Correns, um austriaco - E. Tschermak e outro neerlandês- H. de Vries. Originalmente pensava-se que o austriaco Eric von Tschermark teria sido um dos "redescobridores" mas nunca mais foi aceite pois não percebia as leis de Mendel.
Mendel e a apicultura
Um aspecto pouco revelado da vida de Mendel é que nos últimos dez anos da sua vida se dedicou ao estudo das abelhas; que resultou um modelo de investigação frustante pois não teve tão bons resultados como as experiências com ervilhas alguns anos antes. É provável que esta experiência fosse para reforçar e confirmar a teoria da herditariadade.

Cronologia

O mosteiro agostiniano em Brno, onde Mendel trabalhou e fez as suas experiências.
1822 - No dia 20 de Julho, nasce Gregor Johann Mendel na
Silésia, na região de Troppau, filho de uma familia de camponeses.
1841-1843 - Estuda dois anos no Instituto Filosófico em
Olomouc.
1843-1854 - Torna-se professor de
ciências naturais na Escola Superior de Brno
1843 - Entra no mosteiro de
Brno, onde passará a maior parte da sua vida e onde fará as suas famosas experiências.
1847 - É ordenado
sacerdote.
1851-1853 - Estuda dois anos na
Universidade de Viena história natural.
1853 - De volta ao mosteiro, dá aulas principalmente de
Física.
1856- Inicia as suas experiências nos jardins do
mosteiro onde cruza as ervilhas e diferentes árvores.
1862 - Juntamente com alguns colegas do
mosteiro funda a Sociedade de Ciências Naturais.
1863 - Acaba as suas experiências em animais e plantas que duraram cerca de sete anos.
1865 - A 8 de Março e a 8 de Fevereiro apresenta à sociedade local o seu trabalho: "Ensaios com Plantas Híbridas".
1866 - Pública oficialmente o seu livro tendo muito pouco impacto na comunidade científica.
1868 - É eleito
abade do mosteiro, após o que nunca mais pôde continuar as suas pesquisas devido às numerosas tarefas administrativas.
1871 - É nomeado presidente da Sociedade de Apicultura de Brno.
1873 - Mendel demite-se do cargo.
1874 - É reeleito, mas por razões pessoais não ocupa o cargo.
1884 - Morre a 6 de Janeiro de 1884 em relativa obscuridade, aos 62 anos de idade.
1900 - Os botânicos K. Correns (
Alemanha), E. Tschermak (Áustria) e H. de Vries (Países Baixos) redescobrem o trabalho de Mendel, demonstrando a sua importância e estabelecendo as Leis de Mendel.


Leis de Mendel


Ligações externas
Biografia em inglês
Mendel é a abreviatura padrão de Gregor Mendel.Consultar a lista de abreviaturas do nome de botânicos e micologistas



BIOGRAFIAS
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
Categorias de páginasBotânicos da Áustria

Nenhum comentário: